SUICIDAS

Um porão, nove jovens e uma Taurus 608.

O que levou um grupo de universitários da elite carioca a participar de uma roleta-russa? Um ano após a tragédia, que terminou de forma violenta e bizarramente misteriosa, a pergunta continua sem resposta.

Até que surge uma informação que pode ajudar a resolver o caso conduzido pela delegada Diana Guimarães: um caderno narrando em detalhes a sequência estarrecedora dos fatos no porão. Além de perseguir a nova pista, Diana tem como maior desafio lidar com as mães dos adolescentes, reunidas para recompor uma história sombria e por vezes pouco enaltecedora à memória de seus filhos.

Com base nas anotações feitas por Alessandro, um dos suicidas, conhecemos a história de cada um dos nove jovens cujas vidas pareciam destinadas a um futuro promissor. Por trás dos papéis de estudantes universitários aplicados e de filhos exemplares, revela-se uma trama chocante, com segredos, desejos reprimidos e excessos de toda ordem. Neste suspense engenhoso, em que as máscaras sociais aos poucos saem de cena para dar lugar a verdades cruéis, aparência e realidade se confundem até o último e surpreendente instante.

Comentários

© 2019 por Raphael Montes